Duplo etérico

O corpo físico é formado de energia condensada, logo, ele também é um corpo energético. Nosso corpo físico é interpenetrado por outros corpos mais sutis que formam camadas energéticas em torno do corpo físico. Nosso sentido visual só é capaz de captar aquilo que reflete a luz visível e esses corpos, por sua natureza sutil, não refletem a luz, então, para visualizá-los é necessário desenvolver algumas capacidades psíquicas (clarividência, etc).

O duplo etérico é um campo energético bastante densificado, através do qual o corpo físico se une ao psicossoma. É uma zona intermediária, nem tão sutil, nem tão densa. Alguns pesquisadores chegam inclusive a afirmar que o duplo etérico possui massa. A consciência necessita desse campo – o duplo etérico -  para utilizar as células do cérebro físico. Sem o duplo, as emanações emocionais do psicossoma não teriam acesso à matéria física.
Desregramentos, vícios e substâncias corrosivas, como álcool, fumo, drogas, além de alguns medicamentos muito fortes, danificam o duplo etérico. Assim, as brechas formadas em nossa estrutura permitem que seres astrais nocivos lesem nossos corpos energéticos.

A saúde do duplo etérico está intimamente ligada à saúde do corpo físico, dos pensamentos, dos sentimentos e das emoções.

Comentários estão desabilitados.