Anahata, O Invicto, A Câmara Secreta do Coração.

Nome em sânscrito: Anahata, O Invicto, A Câmara Secreta do Coração.
Localização: No meio do peito, próximo ao coração
Pétalas: 12
Cor: Verde, rosa, amarelo (devido ao prana da respiração), azul, a cor depende do sentimento.

       Para os hindus, o princípio espiritual mora no Chackra do Coração. Quando o espírito vem para uma experiência carnal, ele entra pelo Chackra Coronário e se aloja na Câmara Secreta do Coração. Na China, é falado que o Shen (espírito e  consciência) também mora no coração.
       O Chackra Cardíaco está ligado à glândula Timo, importante no sistema imunológico.
       Na maioria dos livros ocidentais o Chackra do Coração é posicionado um pouco para esquerda. Existe um chackra secundário, que está ligado ao coração físico e se encontra do lado esquerdo, um pouco acima do mamilo. O Chackra Cardíaco – o principal – nasce na coluna e irradia para o centro do peito (entre os mamilos) com uma abertura para frente e para trás, como todos os outros chackras com exceção do Coronário e do Básico.
       Sua função é energizar o sistema cardio-respiratório e processar a energia que vem da respiração, combinando-a com a energia celestial e com a  telúrica, bombeando-as para todo o corpo.
       É o Chackra por onde expressamos os nossos melhores sentimentos. Sentimento não é igual a emoção. Um exemplo claro é o amor, o amor é sentimento, é incondicional e  puro – já o apego é emoção.
       O Chackra do Coração é o nosso verdadeiro centro afetivo. Quando esse Chackra está aberto, nos sentimos um canal de compaixão. Um abraço sincero é um beijo de chackras cardíacos. As preces sinceras, sem egoísmo e sem segundas intenções, nascem no coração. Mágoa, ressentimentos e ódio agridem esse centro, que vai bombear essas energias por todo o corpo, envenenando todas as células.
      Nas escolas esotéricas, o Anahata é simbolizado com um triângulo para cima interposto com um triângulo para baixo (Estrela de Salomão).  Ou seja, ele é aquele que equilibra as energias que vêm do alto e as que vêm de baixo.
      Quando esse Chackra não está funcionando bem, somos incapazes de amar. O amor é substituído por apego e egoísmo. Sua desarmonia produz patologias como: arritmia cardíaca, cãibras, hipertensão, enfermidades no pulmão, síndrome do pânico, etc. 

3 Comentários.

  1. Luis Felipe Ramos

    Olá,

    Importantíssimo este chakra. E tão pouco estudado na minha opinião.

    Um detalhe interessante é a visão da Barbara Brenan, no seu Mãos de Luz, é abertura para as costas do cardíaco:

    – ela comenta ser o cardíaco 4a um centro de sentimentos, e o seu oposto, nas costas, no caso o 4b um centro de vontade. Neste caso, 4b, associa-se a vontade do ego, ou vontade externa. Esta nossa vontade se manifesta no mundo físico, de forma positiva ou negativa, criando uma série de situações.
    O equílibrio entre a vontade e o amor são muito importantes. E nem sempre são muito considerados, ou seja, vamos seguindo a vida sem analisar, avaliar, as coisas que fazemos.

    ———
    Outro detalhe importante que até hoje é ponto de dificuldade para mim relaciona-se ao Magnified Healing. Técnica semelhante ao Reiki em muito pontos, e na qual eu fui iniciado.
    Menciona-se nesta técnica que o chakra cardíaco está associado ao coração, órgão, e surge um novo chakra ligado ao Timo.
    Esta questã osempre foi muito controversa para mim.

    ——-
    Achei interessante a exposição sobre os chakras. Ainda há muita dúvida e muito deconhecimento nesta área. O Rev Leadbeater se encarregou de divulgar uma série de informações incorretas, muitas delas extremamente convenientes aos credos deles.
    Eu, particularmente, gosto muito da visão da Barbara.

    T+

  2. Tem um livro de um japonês muito interessante sobre o tema. Ele desenvolveu os chackras e conta como foi o despertar de cada um, ele mostra diversos pontos de vista, visão indiana, a do Leadbeater, etc. Existe uma confusão conceitual muito grande nesse assunto. No caso daki são considerados somente os chackras que estão ligados a glândulas endócrinas, que são os maiores, mais importantes e reluzentes. Ah dá uma olhada no livro que eu mencionei, você não vai se arrepender.

    MONTOYAMA, Hiroshi. Teoria dos Chackras – Ponte para a Consciência Superior. 7ª Ed. São Paulo. Pensamento, 2004.

  3. Luis Felipe Ramos

    Eu tenho este livro.

    Achei legal. Mas na verdade esperava mais. Ele gasta muito tempo falando da Yoga.

    Mas com certeza é uma referência.

    T+