Arquivos de Tags: chachras

Chackra Frontal – Ajna

Nome em sânscrito: Ajna
Localização: Logo acima da região entre as sobrancelhas, chegando até ao meio da testa.
Pétalas: 96
Cor: Azul Índigo, também possui muito branco e amarelo.

                 O Chackra Frontal é responsável por captar a energia do meio ambiente para os olhos e o canal nasal. Está ligado à glândula hipófise, que controla todas as glândulas endócrinas abaixo dela. Pode se deduzir, então, a importância desse Chackra em todos os demais.
                Está relacionado com a inteligência num sentindo mais amplo que o intelecto. É o Chackra do aprendizado e do raciocínio elevado. É a sede da nossa mente, onde se dá  a sequenciação  lógica do nosso pensamento. Em conjunto com o Bindu (chackra secundário), trabalha os aspectos de abstração imaginativa e intuitiva.
Atua diretamente na clarividência e na intuição. Quando está hiperativo, promove uma sensação de pulsação e calor na testa. É o Chackra mais fácil de sentir, uma vez que está ligado aos olhos – local onde quais a maior parte da nossa energia mental escapa (sentido que mais usamos).  
                Desequilíbrios nesse chackra podem causar: falta de objetivo, instabilidade, alienação, intelectualismo excessivo, vícios, problemas nos olhos etc.

Chackras – Breve noção

Chackra em sânscrito significa Roda. São vórtices de luz que absorvem ou eliminam energia. Pode-se dizer que para cada poro físico tem-se um micro-chackra, que em conjunto formam uma verdadeira respiração energética. Os mestres antigos notaram que sete desses chackras se destacavam pelo tamanho e brilho e que eles estavam ligados a glândulas endócrinas do corpo.    

Além de promoverem a absorção, a eliminação e a circulação da energia, os chackras também tem um importante papel na ligação do psicossoma (corpo astral) com o corpo físico, fazendo um trâmite energético entre planos. Os chackras estão localizados no duplo etérico.
Os Chackras possuem uma tela que recobre sua boca, filtrando as energias que entram e que saem, garantindo a saúde do duplo etérico e do psicossoma. Várias substâncias agridem essa tela, como o cigarro, álcool, drogas e medicamentos muito fortes. O uso abusivo dessas substâncias traz sérias conseqüências ao bom funcionamento do nosso sistema energético.